iq option
promotion

Banx broker
Advertisement
Share
View previous topicGo downView next topic
avatar
Diego.E
Number of messages : 44
Points : 986
Date of Entry : 2015-08-17
Year : 39

Suportes e Resistências

on Sun Aug 30, 2015 9:30 pm
Suportes e Resistências

Os suportes são regiões de preço com uma grande concentração de compradores e, por isso, tendem a se apresentar como pontos de estancamento de processos de queda, já que a fartura de compradores pode conseguir reverter o movimento de curtíssimo prazo do papel. Esses suportes são representados em geral por fundos anteriores e também por antigas resistências já rompidas, sendo os fundos anteriores considerados pontos de suporte mais fortes do que as antigas resistências.Ou seja, um a antiga área de suporte, quando rompida, se transforma numa área de resistência, e vice-versa.

As resistências são opostas aos suportes, já que elas são uma área de preço com grande concentração de vendedores e, com isso, se apresentam como pontos de exaustão de alta, ou seja, esse movimento de alta já durou bastante tempo e pode chegar ao fim ao menos momentaneamente.

Figura


Esses pontos são locais onde o número de vendedores é grande e esse tamanho pode ser suficiente inclusive para terminar momentaneamente um processo de alta, já que os compradores neste preço podem não ser suficientes para garantir a ultrapassagem desta região de preço. São áreas de topos ou fundos anteriores já rompidos, sendo os topos mais fortes do que os antigos suportes.

Estes suportes e resistências têm sua força no fato de os investidores possuírem memória em relação ao comportamento de determinado ativo ao passar pela mesma região de preço anteriormente.A explicação para o comportamento psicológico dos investidores em momentos como este seria: “se na última vez que o ativo chegou até esta região de preço, ele não a ultrapassou,por que seria diferente agora?”.

Esse pensamento dá início a um círculo vicioso no papel, tornando uma área de suporte ou resistência cada vez mais forte de acordo com a quantidade de vezes que for testada e respeitada.

Esses pontos de força nos fazem pensar automaticamente em outra ferramenta vital para a operação de um analista gráfico, que é o uso do stop. O stop é simplesmente uma ordem de venda pré-programada, sendo ela disparada automaticamente quando o papel é negociado abaixo de um valor determinado em sua ordem.

A explicação da sua importância é que tendências podem ser perdidas caso o papel venha a romper suportes ou resistências anteriores. Por isso, uma vez que a tendência não esteja mais a seu favor, a sugestão é sair do papel e aguardar um melhor momento para se posicionar de acordo com a direção da força do papel.

View previous topicBack to topView next topic
Permissions in this forum:
You cannot reply to topics in this forum